Publicado em Faculdade, Psicologia

Dizendo o nome de Heidegger em vão

Hm. Esse semestre (nono já, YAY!) vou atender na clínica na abordagem TCC (Terapia Cognitivo-Comportamental). Quando fiz minha justificativa de supervisão, semestre passado, tinha na verdade escolhido a Psicanálise, mas por pura influência da professora orientadora – que tem uma experiência, um olhar e uma personalidade tão carismáticos, tão maravilhosos, que decidi que gostaria de sair da universidade com um pouco disso. O causo é que TANTAS outras pessoas pensavam o mesmo da tal prof que não foi possível ela aceitar todo mundo como supervisionandos, de forma que alguns (e isso me inclue) acabaram tendo que ir pra outros professores/abordagens. E eu e minha colega Michelle fomos escolhidas pela supervisora de TCC.

Justamente por não ser uma abordagem muito familiar pra nós, estamos, nessas primeiras semanas, revisando os conceitos dela, a teoria, estratégias práticas, etc. E o coiso é beeeem interessante, apaixonante mesmo! Estou adorando. Gosto da objetividade, sabe? Aquela coisa da psicanálise analisar tuuuuuuuuuuuudo desde a tetravó da pessoa – embora válido – kinda bores me a little. Eu tendo ao imediatismo, gosto de saber o que fazer com o que tenho agora, seguir dali pra frente e deu! Sentia tendências disso no Humanismo e Existencialismo, mas não tanto quanto. E o legal da TCC – não somente, mas também – é que tem as “tarefas de casa” que a gente dá pro cliente e ele tem que fazer, sabe? Bem daquelas que a gente vê em filmes! =D

Mas nem era bem isso que queria relatar, só que tive que preambular pra chegar no ponto que quero, enfim. O ponto é que hoje de manhã tivemos supervisão e tínhamos que exclarecer dúvidas sobre os textos lidos e demonstrar conhecimento e pontuar questões que dessem a entender que, sim, lemos o material que foi dado. Tudo foi uma beleeeeza, a discussão com a prof foi bem gostosa, bem tranquila. Só que, claro, no final tinha que ter alguma coisinha que me fizesse pensar “PQP shutupnow WTF” (típico): Ontem, eu e a Michelle falamos brevemente como a TCC tem um quêzinho de Existencialismo, só que nem elaboramos muito e falamos assim de um modo bem senso-comum, whatever. E resolvi comentar isso com a prof, que fez uma cara meio “q?”. Aí pensei “ohgod, não?” e disse “tem base em Heidegger, láaaa atrás (tipo amenizando)”. Só que a Michelle resolveu me apoiar e disse “é bem Humanista”, e eu “ai, cacildes!”, e a prof continuou com cara de “q?!”. De formas que fui obrigada a mudar logo de assunto pra não piorar toda nossa situação.

E se a gente conseguiu ganhar pontinhos com a prof, com certeza perdemos outros valiosos com uma única observação cretina.

Caso bem explícito da moral “se não sabe o que falar então fecha o bico”. ¬¬

Anúncios

Autor:

Sou a Lee, 32 anos, psicóloga, criminóloga e professora de inglês. Noiva da Téia, casada com o Johnny Depp, mãe de três gatas e três cachorros. Moro numa caixa de sapatos à beira mar. Gosto de séries, livros e filmes, mas não tenho mais paciência/tempo como antes. Feminista e humanista, sempre estudante da Cognitivo-Comportamental. Gosto de cartas, postais (vamos trocar?), castelos, criminologia e felinos – não nessa ordem. Gamer pobre e – já mencionei? – sem tempo. Se não fosse tão preguiçosa seria perfeccionista. Sonho em um dia em falar tudo o que penso mas não penso muito nisso.

2 comentários em “Dizendo o nome de Heidegger em vão

  1. Fico encantada em como tu estás fascinada pela TCC. Que legal, amor. É uma delícia acompanhar todos esses teus passos, esses teus encantamentos, essas tuas fascinações. Torço por ti sempre!

    Qto a profe, fiquei aqui imaginando a situação. Ohgod! UAHuahUAHuahUAHuahUHAUhauHAU!!!!

    :p

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s