Publicado em Uncategorized

Tomando nota.

“Na família aglutinada, há uma falha de identidade grupal, compensada pela tendência exagerada à aglutinação, o que dificulta a individualização de seus membros. Há um absolutismo do papel materno e um exagero das normas maternas. A interação é estereotipada e há um predomínio de mensagens concretas e com intensa carga emocional.”

.

“As famílias disfuncionais valorizam muito o mito de preservação do status quo e o reconhecimento da mudança torna-se tabu. (…) No processo de tomada de decisões, o smembros das famílias funcionais conseguem, ao mesmo tempo que consideram sua própria opinião, deixar também um espaço para a opinião do outro; o que não ocorre nas famílias disfuncionais, cujos membros, ou eliminam sua própria opinião, ou a do outro, ou ambas. Tais membros, em geral, têm baixo nível de autonomia [e] baixa auto-estima, (…).”

fonte: FERES C. T. Família: Diagnóstico e terapia. Petrópolis, RJ. Ed. Vozes, 1996.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s